Psicossomática, como é?

De acordo com a abordagem Bioenergética o homem é um reflexo de seu corpo, suas ações, seus pensamentos, sensações e ações, ou seja, o indivíduo é uma unidade psicossomática e o que afeta a mente também tem efeito sob o corpo. Este conceito vai de encontro com o modelo holístico de saúde que visa englobar os aspectos biopsicossociais do ser humano. Deste modo, assim como um estresse emocional pode prejudicar o funcionamento de processos mentais, tais como a memória e as emoções, também pode se manifestar corporalmente, como padrões corporais cronicamente rígidos.

Reich, precursor da Análise Bioenergética, denomina esses padrões cronicamente rígidos de couraças, que são causadas, sobretudo, quando há, em nosso organismo, o bloqueio de fluxos internos de energia. Esse bloqueio culmina em um déficit de energia, que predispõe o surgimento da psicossomática. Em outras palavras, pode-se dizer que o corpo responde fisiologicamente frente às situações traumáticas e estressantes com uma reação de alarme. No entanto, se tais eventos tornam-se frequentes e o organismo fica exposto a várias situações estressoras há maior possibilidade da situação de alarme se tornar constante e, como consequência, virar uma defesa crônica.

Origens da psicossomática

 

O corpo busca uma auto-regulação para lidar comsituações estressantes, e a psicossomática, nessa perspectiva, estaria ligada a essa tentativa do organismo de se autorregular, ou seja, de buscar a homeostase, sendo o estresse a reação do organismo ao agente estressor. A doença surge, neste sentido, quando há uma falha na defesa de caráter, ou seja, quando o indivíduo tenta se defender do estresse, porém entra de alguma forma em colapso. Assim, o sintoma psicossomático pode ser a manifestação de um desequilíbrio que está para além daquele determinado pelo sintoma. Por esta via, podemos entender que a queixa que o paciente dirige ao terapeuta tem muito a dizer da maneira como aquele sujeito funciona frente às reações adversas da vida e por isso deve ser escutado e levado em consideração na formulação de um plano terapêutico.

 

psicossomática

 

Para a Análise Bioenergética a doença psicossomática sofre influência de fatores emocionais em sua etiologia. Dessa forma, a medicina pouco pode fazer para auxiliar no controle da doença caso não haja o suporte de outras áreas do conhecimento. É necessário, além de medicação e exames, dieta, exercícios físicos e equilíbrio emocional, uma vez que esses fatores podem influenciar diretamente na manifestação do sintoma. 

O tratamento da psicossomática

 

Os exercícios da Análise Bioenergética possibilitam a dissolução de tensões que encouraçam o sujeito, limitando suas expressões. O acesso a experiência corporal consegue atingir conteúdos pré-verbais, pois o terapeuta com o uso da psicoterapia corporal pode se comunicar com o paciente, possibilitando-o reviver relações primárias e alcançar um nível mais profundo de experiência do que quando restrito simplesmente à linguagem verbal. Esses padrões, juntamente com as representações mentais, crenças e valores, compõem o caráter do indivíduo, que influenciam também a identidade, a auto-percepção e a auto-estima da pessoa.

Ou seja, não basta um modelo tradicional de tratamento em que o paciente é excluído e o saber se concentra apenas no médico que o atende, o diagnostica e o medica. É fundamental a escuta do sujeito e de sua queixa, pois é a partir dessa escuta que o terapeuta poderá além de fazê-lo participar ativamente do processo terapêutico, relevando suas necessidades e potencialidades. Nesta perspectiva abre-se a possibilidade do sujeito integrar corpo/mente e de se autodescobrir, o que pode trazer melhoras na qualidade de vida do indivíduo.

 

psicossomática

 

http://bioenergetica.com.br/site/

Clique e entenda mais sobre Análise Bioenergética.

Interessante? Agende uma conversa..

Abraços,

Vanessaпоявилась реклама в вкмаркетингаwordpressinsideпроверка сайта googlep226 xchange kitраскрутка группы бесплатный сайтfree webcam siteДенис Чехунов прокурор