O ambiente de trabalho é um lugar que sempre terá algum nível de estresse, porém quando há excesso, ele irá afetar sua produtividade, além de impactar na sua saúde emocional e física. O acúmulo de situações desgastantes gera estresse no trabalho.

Quando o limite de situações adversas suportadas pela pessoa é ultrapassado, o organismo reage a nível fisiológico e psíquico até se auto-regular novamente, porém, se essa adaptação não ocorre o estresse perdura.

A habilidade que cada um tem ao lidar com o estresse pode ser bem sucedida ou levar ao fracasso. O que determina como a pessoa reage as diferentes situações, são inúmeros fatores que estão associados a fragilidade emocional e a história de vida de cada indivíduo. Quando o estresse não é identificado e tratado, pode evoluir para quadros mais graves de ansiedade, pânico e depressão.

Então o estresse vem do ambiente e da própria reação do organismo perante um fator estressor. Não se pode controlar tudo no ambiente de trabalho, mas isso não é sinal de impotência, mesmo quando em situações de dificuldade. Encontrar maneiras de amenizar o estresse no ambiente de trabalho não quer dizer que você precise fazer enormes mudanças, nem repensar suas ambições de carreira, mas sim focar na única coisa que está sob o seu controle: você mesmo.

Como saber se estou estressado?

Existem uma série de sinais e sintomas que você pode identificar tanto em si mesmo como no  ambiente de trabalho.

Em si mesmo:

  1. Sentir-se ansioso, irritado ou depressivo
  2. Apatia e perda de interesse no trabalho
  3. Dificuldade para dormir
  4. Fadiga
  5. Dificuldade de concentração
  6. Tensão muscular e dores de cabeça
  7. Azia, náusea e dores de estômago
  8. Afastamento social
  9. Diminuição da libido
  10. Uso de drogas ou álcool para manter-se acordado

No ambiente de trabalho:

  1. Falha na comunicação entre as pessoas
  2. Falta de priorização de tarefas que gera excesso de trabalho
  3. Pressão para atingir metas irreais
  4. Mudanças repentina de prazos
  5. Liderança confusa que gera atribuição de tarefas pouco claras
  6. Falta de força de vontade da equipe na colaboração e coordenação
  7. Maior pressão e baixa satisfação com o trabalho desenvolvido
  8. Medo de ser demitido
  9. Fazer horas extras sem remuneração

Por que a crise financeira pode aumentar o estresse no trabalho?

Para muitos trabalhadores a economia pode parecer uma montanha russa. Demissões e cortes de orçamento são comuns no ambiente de trabalho e como resultado temos o aumento do medo, incertezas e maiores níveis de estresse. Essas emoções são contagiosas e causam impactos na qualidade das relações com os outros. Quanto melhor você conseguir manejar seu próprio estresse, melhor você irá afetar positivamente quem está ao seu redor e menos o estresse dos outros irá te afetar.

estresse no trabalho

Confira 3 dicas para diminuir o estresse no trabalho e ser mais produtivo!

Há várias maneiras de reduzir o estresse que encontramos no nosso ambiente de trabalho e em nosso cotidiano. A seguir vou mostrar 3 dicas simples.

  1. Tomando a responsabilidade de melhorar seu bem estar físico e emocional. Você é responsável pelo que acontece com você mesmo.
  2. Evitando armadilhas, através da identificação de hábitos e atitudes negativas que aumentam o nível de estresse encontrado no trabalho.
  3. Aprendendo melhores maneiras de comunicação para facilitar e melhorar o relacionamento com superiores e colegas de trabalho.

Para saber mais sobre como administrar o estresse no trabalho veja este link:

Leia esse post sobre Saúde mental x Saúde Financeira para entender melhor sobre como somos afetados.

Agende uma conversa.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia  ou psicoterapia  oferecida por um psicólogo

Vanessa S. Ganzerli, Psicóloga – CRP 06/1218-35

поддомены найтиходится гденастроитьdirectmapлобановский александр женагугол поисковикгде купить сковороду