Você está estressadocansado e sem perspectiva de que algo possa melhorar. Então este texto é para você! Nele eu conto 6 dicas sobre como controlar o estresse.

Em algum momento da vida nos vemos diante de situações que sabemos serem do nosso cotidiano e que teremos que enfrentar sempre, como: cuidar da saúde,  pagar contas, as responsabilidades do trabalho e da família. O acumulo dessas situações gera estresse e parece que nunca poderemos relaxar, sem antes resolver todas elas. Porém, o que não sabemos, é que temos muitos recursos para lidar com o acúmulo de estresse. Você verá a seguir.

Claro que não é possível eliminar todo o estresse da vida, e uma vida sem estresse seria monótona e sem grandes desafios, mas uma grande parte do estresse pode ser evitada. Quando conseguimos diminuir a quantidade de estresse, a vida fica mais leve e estamos mais dispostos a enfrentar novos desafios, sem o acúmulo de sofrimento.

Veja os 6 passos de como controlar estresse

 

São 6 passos, alguns mais fáceis e outras mais difíceis de fazer, talvez você precise de ajuda, mas ao final dos passos você poderá ver como isso é possível.

Aqui vão eles:

1º – Identificar as fontes de estresse

 

Pode não ser tão fácil identificar o que esta te deixando estressado, mas você pode parar por alguns minutos por dia e refletir sobre seus hábitos, atitudes e desculpas diante das demandas de seu dia-a-dia.

Como?

  • Perceber que o estresse é causado por 3 partes: uma parte é do ambiente, uma parte é do outro e uma parte é sua. Assumir que cada uma dessas partes tem responsabilidades e que não podemos controlar todas, apenas a nossa.
  • Aceitar sua responsabilidade sobre seu nível de estresse é o primeiro passo para poder controlar o que te causa estresse. Esta é uma dica valiosa.

Aqui neste artigo eu aprofundo mais sobre Estresse no trabalho.

fonte de estresse

2º – Evitar estresse desnecessário

 

Após identificar o que gera estresse, você logo percebe que pode eliminar algumas situações. Porém outras não, mas são necessárias suas resoluções, pois podem gerar problemas maiores se não resolvidas.

Como perceber isso?

  • Medir prós e contras de manter-se numa situação. Muitas vezes é preciso dizer não para algumas pessoas e até para você mesmo, ou ficará sobrecarregado.
  • Avaliar o que te traz mal-estar, entre pessoas e situações ruins, gerenciar o tempo que passa com essas pessoas, falar somente o necessário e encontrar formas de aliviar o mal-estar que determinada situação te causa.
  • Evitar discussões que te deixam com algum desconforto, se for inevitável, seja breve e objetivo, claro em seu ponto de vista.
  • Organizar a agenda e o tempo, fazer uma lista colocando as prioridades no começo e as outras coisas para o final, o que não der tempo de fazer no dia deixe para o outro ou elimine da lista. Dificilmente você não terá tempo para resolver as prioridades se elas estiverem no topo da lista, deixar um tempo reserva para resolver as prioridades também faz com que os imprevistos não atrapalhem tanto.

 

3º – Alterar a situação de estresse

 

Se uma situação não pode ser evitada, como seria encarar de outra forma?

  • Falar sobre seus sentimentos é uma forma de expressa-los e diminui sua intensidade, uma conversa pode esclarecer muitas coisas e você não se sentirá mal por ter que fazer algo.
  • Assumir uma postura responsável pelos seus atos, enfrentar a situação ao invés de procrastinar.
  • Organizar seu tempo evitará que imprevistos te tirem do sério.

 

4º – Adaptar-se ao estresse

otimismo

Quando mesmo identificando a situação ainda não é possível eliminá-la ou alterá-la, você pode se adaptar a ela. Veja como:

  • Enxergar através de perspectiva positiva, perceber que algo está acontecendo por algum motivo que você não pode controlar. Então encarar isso de forma positiva pode até influenciar os outros na mesma situação a ver que o problema não é o fim do mundo. Pensar que esse é só mais um dos problemas de seu cotidiano e refletir sobre todas as conquistas que teve até hoje, ameniza a intensidade do problema ajudando a enfrenta-lo.
  • O pensamento derrotista é desmotivador e nos faz acreditar que não temos saída, mas lembrar que existem diversas possibilidades de lidar com um problema e que você pode resolvê-lo, aumenta a probabilidade de ser bem-sucedido.
  • Diminuir expectativas e perfeccionismos, quando se espera algo isso nem sempre acontece na realidade e é frustrante. Muitas vezes as expectativas estão em cima de nós mesmos querendo que algo saia perfeito, mas fazer isso é se preparar para o fracasso pois somos seres imperfeitos. Aceitar a imperfeição e valorizar a capacidade de cada um, nos coloca diante de uma realidade possível de ocorrer.

 

5º – Aceitar as coisas como são

 

Muitas situações de estresse resultam de algo que não podemos mudar e só podemos aceitar. Podem ser: doenças sérias, a morte ou uma recessão nacional.

  • Algumas coisas são incontroláveis e não se sabe o motivo, o que se pode controlar é como será sua reação diante dessa situação. É difícil, porém quanto mais rápido se aceita, menos sofrimento na briga contra o que você gostaria que acontecesse. Entender que passar por isso te tornará mais forte, de uma forma ou de outra, e terá que enfrentar essa situação pois não existe outra saída. Quando algo ruim acontecer novamente você estará mais forte e mais sábio.
  • Conversar com uma pessoa de confiança, falar sobre o que está passando ameniza a intensidade. Talvez seja interessante procurar um terapeuta neste momento.
  • Perdoar também é uma forma de aceitar, culpar o outro ou alguma coisa não trará conforto, só mágoas. Livre-se da negatividade e siga em frente.

Se necessário agende uma conversa aqui.

6º – Encontre formas de relaxar

tempo de relaxar

Aqui você pode pensar:  “não tenho tempo pra isso”.  Mas encontrar formas de relaxar são essenciais para amenizar o estresse diário.

  • Podem ser 5 minutos tomando um suco, se alongando, olhando para o céu. Entre uma atividade e outra no decorrer do dia, esses 5 minutos não te farão perder tempo, mas pode até ganhar tempo, pois te deixará mais disposto a finalizar o que estava fazendo antes ou encarar uma situação chata.
  • Permitir-se relaxar é uma chave que desliga alguns neurotransmissores do estresse. Quando o corpo relaxa os pensamentos fluem melhor.
  • Reservar a agenda alguns minutos de relaxamento, entre as atividades e fazer disso uma frequência, ou, então fazer uma atividade mais longa como massagem, acupuntura e meditação.
  • Rever amigos que te fazem bem, também ajudam a manter o senso de humor e a leveza das atividades.

 

7º – Iniciar um estilo de vida saudável

 

A saúde física reflete na saúde psíquica, então cuidar do corpo significa cuidar da mente e estar mais preparado para enfrentar as dificuldades.

  • Fazer exercícios físicos regularmente, essa atividade libera hormônios que trazem bem-estar, aumentam os momentos em que se sente bem e diminuem os de estresse.
  • Se alimentar bem de forma a nutrir o corpo, permitir que a alimentação faça parte da rotina também e não só o trabalho. Reduzir a cafeína e açúcar ingeridos, o que te deixa mais alerta e menos propenso a relaxar, se o corpo já está em alerta não precisa de mais estímulos para manter-se alerta.
  • Dormir bem, a alimentação ruim e a rotina sedentária atrapalham o sono, então tudo isso contribui em conjunto para um bom relaxamento e descanso que te leva a estar mais disposto e produtivo no dia seguinte.

alimentação saudável para ocntrolar o estresse

Leia mais aqui: 5 dicas para amenizar a ansiedade.

Esses passos irão te ajudar, assim como me ajudaram e também ajudaram meus clientes. Caso a intensidade do estresse esteja muito alta e você não consiga melhorar mesmo assim, podemos agendar uma conversa.

Você gostou dessas dicas de como controlar o estresse?

Me envie uma mensagem.

продвижение сайтавирусного основы маркетингапоисковик гуглазаказать контекстную рекламукакая пломба для зуба лучшемакияж цветотип летокатушки рыболовные недорого